Contos sobre rodas

Em destaque

«Contos sobre rodas» é um projecto de divulgação do «kamishibai», uma técnica japonesa de contar histórias.  Consiste num espectáculo de narração de contos, com cerca de uma hora de duração. O reportório é variável, adequado às crianças do pré-escolar e do 1º CEB, e inclui contos originais do contador / autor Carlos Alberto Silva e de outros escritores. Tal como era uso no Japão, há cerca de um século, o contador utiliza um «butai» (espécie de palco de madeira onde o narrador faz deslizar imagens ilustrando as histórias que conta), montado numa caixa, sobre uma bicicleta. A estrutura está ainda adaptada para a apresentação de algumas histórias em teatro de papel, a técnica ocidental «gémea» do kamishibai, em que os personagens são representados por marionetas de vareta. No final das sessões, o autor disponibiliza-se para autografar os livros adquiridos pelos espectadores. Continuar a ler

O Desenho Impaciente, ou o livro em gestação…


Cristina Nobre, professora do Ensino Superior
Jornal de Leiria – 2 FEV 2020

Com o pseudónimo Manuel Brito e o título O desenho impaciente, a Câmara Municipal de Leiria reabriu em boa hora o Concurso Literário Afonso Lopes Vieira, bienal, dedicado no ano de 2019 à literatura para a infância.

O autor é alguém que eu já conhecia de ter laudatoriamente sintetizado a sua (já) destacada obra – publicada quase sempre em edição de autor… – de literatura infantil. Os meios de comunicação já o divulgaram e sábado passado na BMLALV (no dia em que o Poeta patrono da biblioteca faleceu: há 74 anos atrás, 25 janeiro de 1946) foi a modesta, simples e edificante cerimónia de entrega dos prémios: ao vencedor e aos dois interessantes textos que receberam (ex-aequo) uma menção honrosa.
Continuar a ler

Entrega do prémio Afonso Lopes Vieira de literatura infantil

O espaço da Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, de Leiria, foi escasso para receber, no passado dia 25 de janeiro de 2020, todos os participantes na cerimónia de entrega do prémio de literatura infantil, criado em homenagem ao seu patrono.
Depois de um momento musical, o escritor Carlos Alberto Silva recebeu das mãos da vereadora Anabela Graça o diploma e uma peça de vidro correspondentes ao prémio, pelo seu conto “O Desenho Impaciente”.
Continuar a ler

Carlos Alberto Silva vence Prémio Literário Afonso Lopes Vieira

O Prémio Literário Afonso Lopes Vieira, na sua primeira edição dedicada à Literatura Infantil, foi atribuído, por decisão unânime do júri do concurso, ao trabalho “O Desenho Impaciente” de Carlos Alberto Silva, cujo texto se baseia numa intriga aliciante e imaginativa, que abre uma janela para a efabulação dos leitores.
Nesta edição do concurso foram ainda atribuídas duas menções honrosas, recebidas pelos trabalhos “Coisas que não são” de Adriana Isabel Marques de Campos e Ana Sofia Ferreira Neves, pela ficcionalização do tópico das relações interpessoais associado à memória e, “A Casa da Felicidade”, de Sandra Inês Andrade Ramos Cruz, pela qualidade literária indiscutível, com grande delicadeza de linguagem, alcançando pontes interculturais.
Concorreram 38 trabalhos dos quais foram excluídos cinco, por não estarem em conformidade com o regulamento do concurso, tendo sido apreciados 33 trabalhos pelo júri constituído por representantes do Município de Leiria, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais -Instituto Politécnico de Leiria, da Associação Portuguesa de Críticos Literários e da Associação Portuguesa de Escritores.
No valor de 5 mil euros, o Prémio Literário Afonso Lopes Vieira, é bienal, e foi instituído pelo Município de Leiria com o intuito de homenagear e divulgar o poeta leiriense e homem da cultura, Afonso Lopes Vieira, bem como, para incentivar a criatividade literária, a descoberta de novos valores no campo das letras e o gosto pela escrita. No primeiro biénio (2019/2020) o prémio é dedicado à Literatura Infantil, no segundo será dedicado à Poesia e no terceiro, à Novela e ao Conto.
A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar em data a anunciar pelo Município.