Novo livro infantil alerta para a poluição marinha

Com texto de Carlos Alberto Silva e ilustrações de Leonor Lourenço, saiu no início de Abril da tipografia o livro «Marina e os mares de plástico».
A história fala de uma menina chamada Marina, que gosta do mar, de conchas e de búzios. Um dia, encontra um rapaz misterioso que lhe fala das maravilhas do mundo marinho, mas também da terrível catástrofe que o está a atingir: a poluição humana.
Marina fica então a saber que, para além de outros tipos de detritos, os resíduos de plástico são de longe o principal elemento poluidor encontrado no ambiente marinho, tendo entrado já na cadeia alimentar. É tal a quantidade de plástico acumulado nos oceanos, que forma verdadeiras ilhas flutuantes, com milhares de quilómetros quadrados e muitos metros de profundidade.
Ao tomar consciência disto, a menina toma a decisão de lutar contra tal problema. E esse desafio é lançado também, no final da história, a todos os leitores deste livro. Porque, como disse o rapaz misterioso, «se muitos fizerem o pouco que podem, o pouco será muito».