O candidato

O Chóriço quer candidatar-se à Junta lá da terra pelo partido das setinhas.
– Ó pá, não pode ser… – recusou o presidente da concelhia.
– Nã pode pruquê?
– Com um nome desses?
– Eu ache qu’o nome é uma vantage. Em vez dum otoclante, ofrecia um chóriço a cada pessoa. Olhó outro… aquele de Braga.
– Não. Nem assim.
– Ai não? Atão e se for assado?

2 comentários a “O candidato

  1. Augusto Mota

    O final é um achado! Fiquei surpreso uns décimos de segundo, até atingir plenamente a chamada "volta na ponta"!!! Um abraço, Augusto Mota

Os comentários estão fechados.